Quem já sofreu com a candidíase e usou pomadas e medicamentos como o Fluconazol sabe que a candidíase é difícil de eliminar.

Estas infecções recorrentes acontecem porque a causa da doença não foi tratada.

Quando você tem o sistema imunológico fraco o fungo multiplica-se de novo e ocorre um novo surto da doença.

Cada vez que você vai ao médico e toma medicamentos, vai notar que a sua eficácia já não é forte como antes.

Porque é que isso acontece? A candidíase recorrente é comum nos pacientes que não tomam medidas proativas para fortalecer o sistema imunológico.

A solução é identificar o fator que causa a multiplicação excessiva do fungo e prevenir a doença antes dela acontecer.

Os medicamentos para eliminar a candidíase tentam acabar com a irritação da pele, mas os fatores que levaram à multiplicação do Cândida Albicans ainda não foram anulados.

Quando isto acorre a candidíase torna-se recorrente.

As infecções recorrentes de candidíase podem ser distinguidas da seguinte forma: reaparecimento da candidíase, alergias ou candidíase que não estava curada.

É possível curar a infecção de candidíase através de medicamentos e ela ficar erradicada, mas a infecção volta se o corpo mantiver as condições que permitiram a manifestação da doença.

Os medicamentos curam os sintomas da candidíase e são úteis quando você tem uma infecção.

Infelizmente estes medicamentos não acabam ou tratam a causa da doença de forma a futuros surtos não acontecerem.

Isso torna possível o desenvolvimento da doença.

Tratamento da Candidíase Recorrente

Resolver esta situação não acontece com produtos farmacêuticos – é preciso fazer uma análise aos hábitos alimentares e de vida.

Para evitar a candidíase recorrente, e necessário fortalecer o sistema imunológico de forma a manter a população de bactérias boas (pró bióticos) em números saudáveis.

Assim o seu sistema imunológico consegue manter o equilíbrio no seu corpo.

Você pode fortalecer o sistema imunológico de várias formas:

  • Deixar de comer alimentos que ajudam a cândida a desenvolver.
  • Criar hábitos que ajudam a fortalecer a sua saúde.
  • Comer mais alimentos que ajudam a eliminar a cândida.

Candidíase Que Não Estava Curada…

O segundo tipo de candidíase recorrente acontece quando a candidíase não é erradicada na totalidade, apesar de o paciente pensar que estava curado.

É comum o tratamento da candidíase peniana e vaginal com medicamentos tópicos que resolvem a situação temporariamente.

Em seguida a candidíase intestinal alastra novamente a doença para as áreas genitais.

O melhor método de combater a candidíase recorrente é deixar de alimentar o fungo com uma dieta detox com pouco fermento e açúcar.

Desta forma o seu sistema imunológico tem a tarefa de controlar o Cândida Albicans facilitada.

Deve trocar alimentos que debilitam o sistema imunológico e criam condições para a reprodução do cândida por alimentos que auxiliam o seu sistema imunológico acabar com o fungo.

A candidíase recorrente pode ser causada por uma alergia.

Ao tomar medicação os sintomas diminuem, mas acabam por voltar porque a causa da alergia não foi eliminada.

Veja Também,

Candidíase no Homem: Sintomas e Causas



Ps.: Não deixe de ler nosso melhor artigo “Operação Candidíase”, pois se agora você está aqui explorando este site, eu acredito que esteja atrás de uma alternativa que te ajude a combater a maldita Candidíase.

Por isso nesse artigo eu tenho uma oferta para você!

Além de entender mais um pouco sobre a Candidíase, eu te apresento uma grande oferta que vai te ajudar a dar um basta na Candidíase Acesse aqui o artigo: “Operação Candidíase – Pare de Alimentar sua Inimiga”.