E se eu te falar que sou quase uma especialista em candidíase. Tudo isso porque eu tenho Disbiose, Síndrome do Intestino Irritável e claro neh, Cândida Albicans no Intestino.

A coisa mais legal é que eu tenho intolerância a lactose e só fui descobrir isso em 2015, apesar de os sintomas estarem sempre presentes em minha vida eu não dava importância pois já estava “acostumada” com todos eles, mesmo sendo terríveis.

Se você tem um problema de saúde e não procura entende-lo, acaba passando a cuidar dele, pois como você não faz ideia de onde ele vem nunca vai conseguir acabar com ele.

Eu aprendi a levar uma vida com meu cabelo caindo, as unhas quebrando, depressão, meu humor mudando toda hora, barriga inchada, muitos gases, dor abdominal, falhas de memória, sinusite, cansaço, dores musculares, dores nas juntas, aquela vontade de doces, diarreia… enfim foram muitos os sintomas que eu passei a conviver.

Mas eu não simplesmente aceitei conviver com todos esses sintomas assim de graça e ter uma vida sofrida para virar uma santa, claro que não.

Eu busquei sempre tratamento, tenho todos os exames de sangue da ginecologista, guardados aqui em minha gaveta.

Tomei Vital Imobiotic, Nutri A-Z d Equaliv mas tenho que dizer que no meu caso não deu resultado e continuei com meus sintomas, outra coisa que tomei foi, Lact-Aid e L-lysine e também não me ajudou, meu caso deve ser mais agressivo.

Bem desde que descobri que tinha tolerância a lactose eu passei a evitar ao máximo os derivados do leite, foi aí que eu vi, que o que mais me deu resultado foram as mudanças alimentares.

Quando eu comecei as dietas para eliminar a Candidíase que tive meus melhores resultados – Livro de Dietas: Operação Candidíase⇝ – no fim sempre o melhor tratamento está na alimentação.

A primeira dieta geralmente é mais barra pesada, que é para pegar o fungo pelo colarinho e mostrar quem é que manda.

Você fica meio mal, pois cozinha a cada 3 dias uma comidinha sem muita graça, mas é necessário então eu fiz.

Hoje em dia me preocupo em aumentar minhas bactérias boas, faço um tratamento com alimentação e Probióticos manipulados.

Bem essa é a minha história, espero que te ajude a entender mais desse problema.

Candidíase Tratamento,
O tratamento de infecção por ferida depende de ter uma infecção complicada.

Infecção de candidíase não complicada | Candidíase Tratamento

Candidíase Tratamento
Para sintomas ligeiros a moderados e episódios não frequentes de infecções fúngicas, seu médico pode recomendar:
Tratamento vaginal de curta duração.

Os medicamentos antifúngicos estão disponíveis como cremes, pomadas, comprimidos e supositórios.

Um regime antifúngico que dura um, três ou sete dias geralmente limpará uma infecção por fungos.

Uma série de medicamentos mostrou-se eficaz, incluindo butoconazol (Gynazole-1), clotrimazol (Gyne-Lotrimin), miconazol (Monistat 3) e terconazol (Terazol 3).

Alguns destes estão disponíveis somente por prescrição, enquanto outros estão disponíveis sem prescrição.

Os efeitos colaterais podem incluir leve queimação ou irritação durante a aplicação. Você pode precisar usar uma forma alternativa de controle de natalidade.

Como os supositórios e os cremes são baseados em óleo, eles poderiam potencialmente enfraquecer preservativos e diafragmas de látex.

Medicação oral de dose única | Candidíase Tratamento

Candidíase Tratamento

O seu médico pode prescrever uma única dose oral única da medicação antifúngica fluconazol (Diflucan).

Ou, você pode tomar duas doses únicas com três dias de intervalo para gerir sintomas graves.

Cremes vaginais | Candidíase Tratamento

Candidíase Tratamento
Os supositórios e cremes vaginais antifúngicos de balcão são eficazes para muitas mulheres, e estas são uma escolha segura durante a gravidez.

O tratamento em geral dura de três a sete dias.

Faça uma consulta de acompanhamento com seu médico se os sintomas não forem resolvidos após o tratamento, ou se eles retornarem dentro de dois meses após o tratamento.

Infecção por fungos de candidíase

O tratamento para uma infecção por candidíase complicada pode incluir:

Tratamento vaginal de longo curso.

Um regime de tratamento de medicamentos azole durante sete a 14 dias pode eliminar com sucesso uma infecção por fungos.

A medicação geralmente é creme vaginal, pomada, comprimido ou supositório.

Medicação oral multidose

Seu médico pode prescrever duas ou três doses de fluconazol para serem tomadas por via oral em vez de terapia vaginal.

No entanto, esta terapia não é recomendada para mulheres grávidas.

Plano de manutenção

Candidíase Tratamento

Para infecções recorrentes de fungo, seu médico pode recomendar uma rotina de medicamentos para prevenir o crescimento excessivo de candidíase e futuras infecções.

A terapia de manutenção começa depois que uma infecção por fungo é limpa com o tratamento.

Você pode precisar de um tratamento mais longo de até 14 dias para limpar a infecção por fungos antes de iniciar a terapia de manutenção.

As terapias podem incluir um regime de comprimidos de fluconazol oral uma vez por semana durante seis meses.

Alguns médicos prescrevem clotrimazol como supositório vaginal usado uma vez por semana em vez de uma medicação oral.

Seu parceiro sexual provavelmente não precisará ser tratado por uma infecção por fungos.

Se você tiver infecções recorrentes de fungo, seu médico pode recomendar o tratamento de seu parceiro se seu parceiro tiver sintomas de uma infecção genital por fungo (balanite) ou uso de preservativos durante as relações sexuais.


Será se eu não tratar a candidíase ela vai embora sozinha?

Bem a resposta dessa pergunta está neste artigo que você pode ler agora: Candidíase se cura sozinha? não perca tempo e deixe um comentário para a gente!


Ps.: Não deixe de ler nosso melhor artigo “Operação Candidíase”, pois se agora você está aqui explorando este site, eu acredito que esteja atrás de uma alternativa que te ajude a combater a maldita Candidíase.

Por isso nesse artigo eu tenho uma oferta para você!

Além de entender mais um pouco sobre a Candidíase, eu te apresento uma grande oferta que vai te ajudar a dar um basta na Candidíase Acesse aqui o artigo: “Operação Candidíase – Pare de Alimentar sua Inimiga”.